A margem oposta do amor

Ele estava do outro lado da rua. Bem ali, você diria. Vinte metros de ausência. Como são grandes os espaços da saudade, eu pensava. Fazia 17 horas que não te via. Tempo é dinheiro? Abstinência de amor.
Devia ter um bando de gente enfileirada ao meu lado; segunda-feira de sol em dezembro. Sua vista passeava por carrinhos de bebê, dálmatas e meninas de chinelos em férias de verão. A mão da praia invertida, meu amor irreversível. Teria driblado as rodas para atravessar não fosse o medo de não te ver mais. Inquieta e parada, olhava-o como mulher vaidosa para diamante. Ele era uma esfinge de pelúcia. Um quadro impressionista diante de mim. Algo novo, intrigante, ímã imperfeito dos meus olhos. Os seus me diziam coisas no ouvido da calçada à frente. No cheiro do seu perfume, sopro de brisa do mar no rosto. Eu sentia sua pele nas minhas mãos fechadas. Calça cáqui de camisa para dentro: minha embalagem favorita.
Eram oito passos largos que nos separavam. Tão longe que parecia perto. Distância é palavra banida da língua do amor. Desmedida, é medida que não  tem fim.
Ele me esperava na margem oposta do amor – ele tem dois lados: unidos e devastados pela saudade. O amor é rio cheio. Meu amor, rio que transborda.
Sempre gostei de verde; cor favorita. Quero que o sinal fique dautônico. Verde. Quero ser bicho. Répteis são verdes. Mas gelados como não o amor. Quero ser anfíbio para morar entre rio e margem.
Dizem que urgência é mal da modernidade: urgência é mal do amor.
Melvin_Sokolsky-Bubble_Series-River-Seine_thumb
Anúncios

2 pensamentos sobre “A margem oposta do amor

  1. Pingback: Consideramos justa toda forma de amor | Um dia largo tudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s