Sempre gostei de azul

Eu não queria nadar; queria era voar. Voar era vertigem; sonhava em deslizar pelo azul que eu admirava da janela.
Já nadar, era tédio; foram frias e com gosto de cloro as manhãs em que mamãe me obrigava a cruzar a piscina para lá e para cá. Eu olhava os azulejos descascados e olhava o céu, liso e livre.
Estrear os maiôs na água não era desafio, era tortura. Lembro de quanto demorou para meu irmão mais novo ficar à vontade na piscina… Foi rápido: não deu tempo de trocar de cor favorita nem do cabelo chegar no meio das costas.
Eu queria planar como faziam as aves do Discovery Channel, esticar os braços para o mundo que eu não conhecia. E provar os algodões doces do céu – também era gulosa por sonhos. Ouvia, desconsolada, que devia parar com esses desejos difíceis de realizar. Eu era ainda menina, tinha a infância povoada por sonhos – sinto falta da mente livre dos tempos de franjinha.
Crianças sonham mais; fim de infância leva junto fantasias sem dono, sem pé nem cabeça. Mas nunca desisti de voar. Mesmo adulta, continuava sendo da terra dos que não crescem nunca.
Levaram-me para o meio do mar. Lá embaixo, mais vida que eu encontraria no céu inteiro. Em cada braçada, batia asas para o desconhecido e sobrevoava montanhas de areia em mergulhos rasantes. O oceano era tão grande quanto o céu e mais fácil de chegar. Mais um sonho realizado, dos que não param de brotar em mim.
A piscina da infância cabia nos meus olhos. O mar, nem nos pássaros que eu queria imitar. Céu e mar têm cor de liberdade e dos meus sonhos de pequena. Deve ser por isso que sempre gostei de azul.

photo1

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sempre gostei de azul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s